#TGIF – E o software continua a constranger seus criadores

Um dos assuntos mais falados nessa semana foi o lançamento do “tablet” da microsoft, o surface, principalmente devido ao travamento do produto durante a demonstração.

Não há como não rir, ao assistir o pânico do apresentador durante a demonstração. Lançar produtos (software) ao vivo têm se mostrado uma tarefa de alto risco ao longo dos anos. A mesma Microsoft, é protagonista de outro vídeo famoso no youtube, onde o windows trava durante sua apresentação.

Porém, apesar do expertise da microsoft nesse tipo de constrangimento a própria apple, também, já se viu vítima de problemas durante uma apresentação. Menos mal que o problema não foi causado pelo software e sim pela rede wi-fi, mas o momento inconveniente é constrangedor.

Quer rir mais um pouco? 

– Microsoft Speech Recognition

 

Leia, também, outros artigos já publicados na série:A série – Thank God It’s Friday ou #TGIF – aborda sempre um conteúdo menos técnico, mas que ainda assim possa contribuir com o seu crescimento pessoal e profissional.

– Facebook = Inovação até na Infraestrutura

– Quer aprender a tocar guitarra?

Agora você já pode acompanhar as novidades do BdB pelo Facebook, acesse e curta nossa página.

Anúncios

#TGIF – Comprar, jogar fora, comprar

Você já ouviu falar em Obsolescência programada?

Seegundo a wikipediaObsolescência programada é a condição que ocorre a um produto ou serviço que deixa de ser útil, mesmo estando em perfeito estado de funcionamento, devido ao surgimento de um produto tecnologicamente mais avançado.

Abaixo segue um longo documentário (com legenda em portugês) explicando do que se trata, e mostrando a história e a realidade do nosso capitalismo e da nossa querida Obsolescência programada!

Qualquer semelhança com a estratégia da Apple ou qualquer outra fabricante de produtos NÃO é mera coincidência!

Leia, também, outros artigos já publicados na série:

– Desafio dos 30 dias

– O que você fez durante a semana para ser lembrado?

#TGIF – iPads e o combate ao autismo

Há algum tempo atrás li algumas matérias a respeito da utilização do wii na recuperação de pacientes,  fazendo uma nova busca encontrei um vídeo, que mostra o mesmo sendo utilizado em hospitais. Esse tipo de notícia parece cada vez mais frequente,  apresentando tecnologias diferentes, sendo aplicadas nos mais diversos tratamentos.

O vídeo de hoje do #TGIF, mostra a utilização de aplicativos para iPad, como ferramenta de apoio na evolução de pessoas com autismo. Impossível não imaginar a quantidade de possibilidades, que ainda podemos desenvolver e o número de pessoas, que podem ser beneficiadas por equipamentos e aplicativos desse tipo.

Clique na imagem para assistir ao vídeo no youtube.

— Update —

Link para matéria do Jornal Hoje com tecnologia desenvolvida no CIN para auxilio em tratamentos de fisioterapia.

…………………………………………………………………………………………………………………………………………..

A série – Thank God It’s Friday ou #TGIF – aborda sempre um conteúdo menos técnico, mas que ainda assim possa contribuir com o seu crescimento pessoal e profissional.

Leia, também, outros artigos já publicados na série:

– Criando Oportunidades

– Conceitos, protótipos e ficção científica – Os primeiros passos para evolução.

…………………………………………………………………………………………………………………………………………..

Agora você já pode acompanhar as novidades do BdB pelo Facebook, acesse e curta nossa página.

#TGIF – “Tudo” sobre o iPhone 5

Está marcado para o dia 04 de outubro mais um evento da apple, onde já foi confirmado o lançamento do iPhone 5. Fãs da apple aguardam ansiosamente por mais uma versão do produto, que já há alguns meses é assunto por toda web.

Diversos são os rumores sobre as novas características do produto, enquanto outro assunto recorrente são os casos envolvendo supostos protótipos do aparelho “esquecidos” em bares e restaurantes por funcionários.

O #TGIF dessa semana selecionou alguns desses links para você se inspirar e rir um pouco nessa sexta-feira.

Primeiro, um dos muitos vídeos que mostra as supostas funcionalidades do iPhone 5, entre elas teclado laser e display holográfico.

Em seguida, mesmo que você seja um fã de carteirinha da apple, não há como não rir com as brincadeiras, que parecem sem fim, sobre o problema com a antena do iPhone 4.

Fonte: Macstories.net

Por fim, vídeo divertidíssimo ilustrando a reação dos diretores da apple com a perda dos protótipos do iPhone 5.

A série – Thank God It’s Friday ou #TGIF – aborda sempre um conteúdo menos técnico, mas que ainda assim possa contribuir com o seu crescimento pessoal e profissional.

Leia, também, outros artigos já publicados na série:

– A brilhante [última] palestra de Randy Pausch

– Por que você deve investir em UX

Agora você já pode acompanhar as novidades do BdB pelo Facebook, acesse e curta nossa página.

Em time que está ganhando não se mexe

Ao longo dos meus, ainda curtos, cinco anos de experiência numa empresa projetizada, felizmente, posso afirmar que tive a oportunidade de trabalhar com diversas equipes extremamente competentes tecnicamente. Porém, facilmente consigo destacar algumas, que além da qualidade técnica possuíam uma sinergia de trabalho natural, a qual permitia um melhor desenrolar das atividades.

Por dentro da Cabeça de Steve Jobs

Enquanto lia o livro “A cabeça de Steve Jobs”, escrito por Leander Kahney, o qual recomendo a todos que trabalham com TI ou que se interessam pelos produtos desenvolvidos pela Apple, diversos trechos chamaram minha atenção.  Logo nos primeiros capítulos o autor descreve o sucesso da Pixar e como ela se difere da forma tradicional de criar filmes em Hollywood. E o seguinte trecho me chamou a atenção, pois o pude relacionar diretamente com as minhas experiências pessoais.

 “O problema do modelo de Hollywood é que geralmente no dia em que você termina a produção é que você percebe que finalmente descobriu o jeito de trabalharem juntos”,

disse Randy S. Nelson, reitor da Universidade Pixar

 Já, a Pixar, o autor descreve que trabalha de maneira oposta:

“Os diretores, os roteiristas e a equipe técnica são todos empregados assalariados com grandes concessões de opção de compra de ações. Os filmes da Pixar podem ter diferentes diretores, mas em todos eles a equipe básica de escritores, diretores e animadores é a mesma, trabalhando como empregados da companhia.”

Podemos dizer que o mesmo cenário se repete na indústria de software. Durante cada projeto, a equipe se desenvolve (tecnicamente e pessoalmente), porém ao final do mesmo esse time é desfeito e todo o aprendizado que poderia ser potencializado é desperdiçado. Cada integrante, leva consigo os aprendizados, porém, nem todos poderão ser aplicados para a nova equipe.

Em outro trecho do livro, o autor destaca também a forma de trabalhar da equipe de designers da Apple, extremamente premiados e reconhecidos por sua competência. Jonathan Ive, líder da equipe traduz a forma de trabalho da seguinte maneira:

Mantendo uma equipe central pequena e investindo significativamente em ferramentas e processos, podemos trabalhar com um nível de colaboração que parece particularmente raro”, disse Ive

Ive diz que a equipe, pequena e íntima, é crucial para a criatividade e a produtividade.

Os benefícios de trabalhar com equipes pequenas, já podemos perceber ao seguir os conceitos do Scrum e das metodologias ágeis. Equipe íntima, ou seja, onde as pessoas se conhecem e confiam nas habilidades dos demais integrantes. E assim, talvez, conseguir criar um ambiente colaborativo que permita a criação de produtos de sucesso.

Então, será que não deveríamos refletir um pouco mais sobre essas afirmações? Acredito que manter, ao menos, a base das equipes que conseguem atingir um padrão de excelência parece sim ser uma boa alternativa e que pode trazer bons frutos para as empresas projetizadas. Vai mexer nesse time? E vocês o que acham? Em time que está ganhando não se mexe?

Nessa semana o BdB comemora seu primeiro aniversário, se você ainda não aproveitou os presentes de nossos parceiros, clique aqui e leia as instruções.

#TGIF – Criando Oportunidades

Não existem dúvidas quanto ao sucesso do iPad da apple, gadget fantástico que está revolucionando a indústria dos dispositivos móveis. Diversas são as aplicações existentes, as quais atendem a necessidades de diferentes tipos de usuários.

No início desse ano a Apple lançou a segunda versão do iPad, a qual trouxe novos recursos associados ao uso da chamada Smart Cover ou capa inteligente, a mesma basicamente trava e destrava a tela automaticamente, protege o aparelho e serve como suporte.

Porém, o que parecia uma simples capa tornou-se peça chave de uma nova aplicação, criada pela Evernote, chamada Evernote Peek. A mesma utiliza de maneira extremamente simples a ativação automática da tela pelo Smart Cover para criar uma forma de questionário, onde você levanta um pouco a capa para visualizar a pergunta, por exemplo: “Como se diz casa em inglês?” e em seguida ao levantar um pouco mais a capa a resposta é exibida: “House”.

Link para o artigo sobre a Aplicação no TechCrunch.

Impossível sabermos se uma idéia, por melhor que nos pareça, irá se tornar em um produto ou negócio de sucesso. Porém, o caminho parece ser esse, estar atento as mudanças no mercado e às novas tecnologias que surgem, para assim desenvolver novas idéias e criar oportunidades.

A série – Thank God It’s Friday ou #TGIF – aborda sempre um conteúdo menos técnico, mas que ainda assim possa contribuir com seu crescimento pessoal e profissional.

Leia, também, outros artigos já publicados na série:

– Desconecte-se para se conectar

– Você tem o poder de mudar o mundo!