Os 7 princípios do teste de software

No post – Os bons testes falham – falamos sobre um dos princípios de teste definidos no livro “Fundamentos de testes de software”. Hoje, compartilho com vocês dois vídeos, bem curtos, que resumem os 7 princípios definidos no livro. Os mesmos servem como referência, principalmente para aqueles que estão iniciando na área de testes.

O primeiro vídeo, exibido acima, aborda os 4 primeiros princípios, são eles:

1 – Teste demonstra a presença de defeitos.

Os testes reduzem a probabilidade que erros desconhecidos permaneçam no sistema, mas mesmo que nenhum defeito seja encontrado isso não é prova de conformidade.

2 – Teste exaustivo é impossível.

Mesmo com auxílio da automação, o número de combinações possíveis de cenários de teste numa aplicação é gigantesco, inviabilizando a possibilidade de se afirmar que TUDO foi testado.

3 – Testes devem iniciar o quanto antes e erros encontrados tarde custam mais para corrigir.

Iniciando o mais cedo possível no ciclo de vida do desenvolvimento do software, diminuímos o custo das correções e possibilitamos que erros de design, requisitos e arquitetura sejam encontrados no momento ideal. (Link para vídeo que aborda o assunto)

4 – Agrupamento de defeitos 

80% dos defeitos são causados por 20% do código. Ao identificar essas áreas sensíveis, os testes podem prioriza-las, enquanto ainda procuram por erros nas demais regiões.

O segundo vídeo, exemplifica os princípios anteriores e apresenta os 3 últimos pontos:

5 -Paradoxo do Pesticida

Caso os mesmos testes sejam aplicados repetidamente, em determinado momento eles deixam de ser úteis, ou seja, não conseguem encontrar nenhum novo defeito. Por isso, os testes precisam ser revisitados com frequência.

6 – Teste é dependente do contexto

Diferentes tipos de aplicações exigem a aplicação de técnicas diferentes de teste.
7 – A ilusão da ausência de defeitos

De nada adianta o sistema estar correto funcionalmente, porém não atender a real  necessidade do usuário.

O Cliente

Entre todos os princípios listados, acredito que os números 3 e 7 representam os principais aspectos da nossa atividade. A busca constante por antecipar cada vez mais as possíveis falhas da aplicação e assegurar que o sistema entregue atenda as reais necessidades do cliente, agregando valor ao seu negócio.

E vocês que aspectos consideram mais importantes nos testes de software?

Agora você já pode acompanhar as novidades do BdB pelo Facebook, acesse e curta nossa página.

Anúncios

10 comentários sobre “Os 7 princípios do teste de software

  1. Esses vídeos são muito bons! Principalmente o que aparece a tela azul do Windows no meio da apresentação! uahauauhauhuh

    E os princípios são muuuuuito importantes. Não apenas decorar o que cada um é, mas entender o motivo de ser um princípio de teste.
    Parabéns pelo post.

  2. Legal José, todos estes assuntos estão Syllabus do ISTQB deixa bem claro estas questões, mas os vídeos ajudam a ilustrar, de qualquer forma (desde que se saiba a língua inglesa) 🙂

  3. Oi Correia!
    Seguindo a sua dica de divulgação da área de testes, conforme comentando, temos uma rede social interna. Coloquei essa matéria para conhecimento das pessoas sobre a área de testes…. gosto muito dos seus artigos!
    Um grande abraço!

  4. Excelente tópico, amigo. Fico feliz por existirem pessoas como você, que mesmo sem ter obrigação nenhum, ainda que postam e ajudam a gente.
    Muito obrigado mesmo!
    Abraço

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s