Até 2012! (Recesso Merecido)

2011 foi um ano muito bom para o BdB. Em 2011 ampliamos o time de colaboradores do blog com figuras importantíssimas para o crescimento do blog como José Carrera, Diego Delgado e Alexandre Álvaro. No próximo ano o BdB promete ainda mais com a entrada de mais dois colaboradores a partir de janeiro!

A idéia principal do blog é compartilhar conhecimento e opniões sobre desenvolvimento de software e algumas áreas que permeiam o desenvolvimento de software e a ciência da computação. O foco em 2012 vai continuar sendo o mesmo tendo posts regulares durante a semana e tendo posts TGIF todas as sextas-feiras.

O BdB teve um crescimento absurdo de acessos no decorrer deste ano e espero que 2012 continue crescendo!

Se você ainda não segue o Bytes don’t Bite no twitter, aqui está o link (entra lá e segue o BdB para ficar antenado em todos os posts!)

Se você ainda não curtiu nossa página no facebook, entra aqui e mostra que você realmente curte o BdB!

Desejo um feliz Natal e um ótimo 2012 para todos nós!

A gente se vê a partir da segunda semana de Janeiro/2012!

Anúncios

#TGIF – Revolução biotecnológica

Nesta sexta vou falar mais um pouco sobre a evolução cientifica mas desta vez com foco na biotecnologia.

Drº Michio mais uma vez diz que estamos fazendo uma transição de meros observadores passivos da dança da natureza para sermos coreográfos ativos da natureza.
A revolução biotecnológica nos permitirá entender como o nosso corpo funciona e como podemos modifica-lo para o nosso favor. Com o projeto Genoma Humano (1990-1995), nós obtivemos o mapeamento de todos os códigos genéticos do ser humano. Num futuro não tão longe, podemos imaginar que cada pessoa vai possuir um manual de instrução pessoal, um manual que diz todo o seu código genético e quais doenças você pode ter e como podemos curá-las.Basicamente é como se nosso corpo fosse um enorme programa extremamente complexo e nós pudéssemos reprograma-lo para corrigir defeitos contido nele.

A terapia genética é um exemplo de como podemos manipular os genes das pessoas e mudar o rumo de uma vida, este video mostra um exemplo real que aconteceu com uma criança chamada Alexander Locke que nasceu com uma doença grave no qual seu corpo não possui um sistema imunológico (conhecido SCID), e quando submetido a uma terapia genética teve uma reversão do quadro clínico em pouquissimo tempo e hoje ele leva uma vida normal com seus pais. VocÊ pode estar se perguntando porque não temos a cura para doenças como câncer, aids, cardíacas, etc. O fato é que a SCID é um defeito genético simples que envolve apenas uma “linha” de gene, enquanto essas outras doenças são causadas por várias linhas de gene interagindo com o ambiente. Mas isso não quer dizer que torna impossível encontrar a cura dessas doenças através de uma terapia genética, mas isso com certeza levará um tempo para que se possa mapear todas as possibilidades de sequencia genética que causam essas doenças para que as mesmas possam ser “reprogramadas”.

Reservem uma hora para assistir esse video do Dr. Michio e surpreenda-se o que o futuro nos pode reservar.

A série – Thank God It’s Friday ou #TGIF – aborda sempre um conteúdo mais divertido, mas que ainda assim possa contribuir com o seu crescimento pessoal e profissional.

Leia, também, outros artigos já publicados na série:

– Viciado em Redes Sociais?

– Combatendo vírus, defendendo a Internet

Gestão de Projetos: mais do que metodologias

Hoje em dia ainda vejo empresas tratando o gerenciamento de projetos como algo engessado, como algo tradicional e com restrições.

  • Se você não utilizar tal metodologia não vai dar certo.
  • Se você não for certificado não vai conseguir.
  • Se você não seguir o que os especialistas falam não vai conseguir.

Que visão é essa?

Gerir projetos é muto mais do que metodologia.

Atualmente gerencio projetos em uma empresa da área de TI, onde aplico o que funciona!

Aplico o que minha equipe necessita, o que meu cliente precisa para ter os melhores resultados.

Utilizo práticas que combinam com o resultado que quero alcançar.

Gerenciar projetos é muito mais do que delegar tarefas para a equipe, gerenciar projetos é malabarismo constante de avaliação de prioridades, avaliação de recursos, prazos, riscos, resolução de problemas, entre tantas coisas que fazemos.

E quando temos a necessidade de gerenciar vários projetos ao mesmo tempo, e manter tudo alinhado, fica muito clara a necessidade da colaboração e da comunicação, alinhar equipe e interessados no projeto em busca do melhor resultado.

Gerentes de projeto não são independentes, nem fazem milagres, são totalmente dependentes do feedback das suas equipes e dos clientes. A comunicação tem papel chave nas tomadas de decisões, na identificação de riscos, na aprovação de solicitações.

Use modelos, mas não esqueça que de nada adianta a melhor metodologia se não tem profissionais comprometidos com o que fazem. Metodologias não salvam projetos. Projetos são etapas que possuem inicio e fim, e precisam de profissionais envolvidos com o que fazem.

De nada adianta ter um gerente de projetos certificado em várias tecnologias, se o mesmo não consegue se comunicar com eficaz com seu time de desenvolvimento. De nada adianta ter conhecimento das melhores práticas, se na hora de por a “mão na massa” não sabe qual a melhor decisão tomar.

Antes de entrar nessa linha de gestão de projetos, só enxergava pessoas com o perfil “gerentão”, sim, aquele que pensa que manda em todo mundo e que não faz nada para o bem do seu time e da organização. Depois que tive contato com essa área, conheci várias pessoas que estão envolvidas e conseguem fazer um ótimo trabalho deixando de lado aquela velha visão de um gerente de projetos que não faz nem a metade do que promete, e que sequer se importa de verdade com as pessoas envolvidas nos projetos que gerencia.

E essa experiência firma mais minha visão, de que boas metodologias não vão te salvar, se você não souber articular, perceber as atitudes, as emoções das pessoas envolvidas, se você não sentir na pele o que sua equipe está sentindo, não vai conseguir bons resultados.

Pessoas são a chave para o sucesso. Esqueça o gerentão, e direcione o foco na sua equipe, na boa comunicação com os envolvidos, na colaboração entre as funções. Nos resultados que podem ser alcançados se você conseguir liderar de forma saudável, sem prepotência, sem arrogância, apenas sendo um líder. Onde as pessoas acreditam no que você faz, e fazem junto com você, e o melhor de tudo, gostam do que fazem.

Me arrisco a falar que se você conseguir perceber as limitações da sua equipe, perceber as necessidades, se comunicar de forma clara, e dar autonomia para o time na medida que o mesmo for adquirindo maturidade, as coisas vão dar certo.

Nessa área, onde os riscos são gigantes e as pessoas são imprevisíveis, o melhor a fazer é manter a sinergia do time, alinhar os objetivos e por a mão na massa, de verdade.

Você pode me xingar no Twitter!

#TGIF – Viciado em Redes Sociais?

Essa semana  Silvio Meira soltou um tweet/post a respeito do vício nas redes sociais  (veja aqui também):

tá [ou tá se sentindo] viciado em redes sociais? #comoFaz? leia isso 》http://bit.ly/tCNITw 》descubra um #propósito

Na hora eu me identifiquei (e acredito que muitos outros também) pois cada vez mais estamos nos afundando nesse mar de redes sociais e já nao sabemos porque usamos o facebook, twitter, foursquare, orkut, g+, tumblr, etc, etc…

Estamos vivendo uma overdose de mídias sociais e cada vez mais estamos dando importância as redes socias e basta alguem criar uma nova que a gente comeca a usar (claro sem deixar nenhuma das outras para trás).

Temos que ter consciência do porquê utilizamos as redes socias.

Você realmente presta atenção nas atualizações dos seus 500 “amigos” no facebook?

Aliás, você tem realmente 500 “amigos”? Isso é meio triste… Na prática você tem uns 3 ou 4 AMIGOS (aproximadamente)! E isso é muito bom! 🙂

O objetivo deste post não é te fazer ter menos amigos no facebook, ou mesmo cancelar sua conta no facebook. O objetivo deste post é fazer você refletir sobre o seu uso das redes sociais, qual o próposito e qual objetivo que você tem em cada rede social que você usa.

Assistam o vídeo abaixo (que parece ser meio radical, mas tem muitas verdades dentro dele) e diga o que você acha!


__________________________________________________________________________

A série – Thank God It’s Friday ou #TGIF – aborda sempre um conteúdo mais divertido, mas que ainda assim possa contribuir com o seu crescimento pessoal e profissional.

Leia, também, outros artigos já publicados na série:

– Criando Oportunidades

– Combatendo vírus, defendendo a Internet