Google+ é uma cópia do facebook?

Mais do que nunca, o futuro das redes sociais está incerto. Quem vai sobreviver? Qual rede social vai prevalecer?

Nos últimos dias o Google lançou o tão falado Google+ (Google mais em português e Google plus em inglês). No início só tinham acesso as pessoas convidadas, mas agora o acesso já está liberado e todos aqueles que quiserem entrar na nova rede social podem assim fazer.

O objetivo do google é conseguir que alguns (ou muitos) milhões de usuários que acessam o facebook, comecem a acessar o google+ (e talvez deixem o facebook). Com isso o google começa a dominar diversos campos da Web, como as redes sociais (google+), vídeos na web (youtube), fotos na internet (picasa), Webmail (gmail), chat online (gtalk), Busca (google), edição de documentos (google docs), etc…

Perceba o que está acontecendo, já vimos esse filme antes. Hoje em dia uma GRANDE parte dos usuários de computador pessoal utilizam o Internet Explorer, Msn messenger, Word, Excel, Powerpoint simplesmente porque eles vêm (quase) todos juntos em um pacote chamado Windows. O que leva a acreditar que uma boa parte também começará a utilizar o google+ pelo motivo do google ser o dono de várias outras ferramentas online e integrar facilmente todas elas.

Claro que isso tudo é especulação, vale lembrar que o google já lançou antes apostas no ar na intenção de concorrer com redes como Twitter e Facebook. Essas apostas foram o Buzz e o Wave e ambos não deram tão certo. Mas… aparentemente o google aprendeu a lição e resolveu “copiar” os segredos do facebook e você que está acostumado ao facebook não vai estranhar muito a interface e funcionalidades do google+, além disso o google+ “melhorou” algumas funcionalidades em relação ao facebook.

Além disso vale lembrar que migrar de uma rede social para outra não é tão simples, temos o exemplo do facebook e do orkut. Ainda hoje o orkut cresce no Brasil, apesar do facebook também crescer. Muitos mudam, outros resistem a essa mudança.

Mas no que depender dos combatentes essa briga está apenas começando. Já foi criada uma aplicação pro facebook para exportar os amigos do facebook para o google+, e o facebook bloqueou essa exportação (mas não se pronunciou a respeito). O Facebook vai fazer tudo o que puder para manter sua base de 750 milhões de usuários e crescer cada vez mais, e o google vai tentar comer uma fatia desse bolo.

Ps. o curioso é ver Mark Zuckerberg ser a pessoa com mais seguidores do Google+ 😛

Em quem você aposta? Será que vão surgir outros players de peso?

(um agradecimento a Vinicius Garcia (@vinicius3w), Diego Delgado (@dbdelgado), Felipe Ferraz (@felipesferraz) e Alexandre Álvaro (@alealvaro) pelas contribuições na discussão a esse respeito no twitter)

Anúncios

#TGIF – Você tem o poder de mudar o mundo!

Começamos hoje no BdB uma série de posts intitulada #TGIF, onde tentaremos trazer nas sextas-feiras um conteúdo mais leve, menos técnico e se possível divertido.

Todos nós, com certeza, já presenciamos, em algum momento de nossa vida acadêmica ou profissional, uma apresentação ou palestra, onde os adjetivos que melhor a definiriam seriam: sonolenta, interminável, cansativa…

Para o primeiro post da série, resolvi indicar o vídeo da palestra “Você tem o poder de mudar o mundo” por Nancy Duarte, no TEDx East, no qual ela explica, através dos resultados de sua pesquisa, os segredos para realizar uma apresentação de sucesso.

Um tema de fundamental importância para todos nós, profissionais, não somente ao participarmos de conferências ou palestras, mas no próprio ambiente de trabalho. Assista e avalie que mudanças você pode fazer para melhorar seu desempenho e começar a mudar o mundo.

O vídeo é um pouco longo (18 minutos), porém, acreditem vale muito a pena. Mas, se estiver realmente apressado clique nesse link, para uma versão bem resumida das dicas da palestra.

 

Links relacionados:

– How to Create Presentations that Don’t Suck (lifehacker.com)

– TED.com – Ideas worth spreading

– The Five Best Presentation Creation Tools (As cinco melhores ferramentas de apresentação)